Transexual australiano recebe permissão para jogar em time masculino de futebol

10/08/2010 23:44

 

Um transexual recebeu permissão para jogar em um dos clubes da Liga Australiana de Futebol. O esporte escolhido por ele – diferente do nosso futebol, conhecido lá como “soccer” - foi criado no século 19 e tem mais semelhanças com o rúgbi. Segundo a legislação da Austrália, se oficialmente alguém que nasceu mulher tiver o sexo mudado para masculino, não há regras que o impeçam de jogar futebol profissional em times só de homens.

William G., de 25 anos, que preferiu não ter o sobrenome divulgado, será o primeiro australiano transexual a jogar em um time profissional masculino. O presidente da Liga, Glenn Scott, disse que William será bem-vindo e que educará os jogadores sobre transgêneros para evitar preconceito. Segundo Scott, por razões legais, William terá que mudar o sexo na certidão de nascimento também. Para isso, o futuro jogador precisará retirar os órgãos reprodutivos — ele já fez a remoção dos seios e planeja a remoção do útero.

Wiliam, que trabalha como designer gráfico e tem o apoio da família e da namorada, sonha em ser jogador profissional de futebol australiano desde pequeno. “Cresci jogando em times de meninos, portanto, estou acostumado a interagir com eles”, disse à BBC Brasil. “Sempre tive mais amigos do que amigas. Nasci mulher, mas jogo tão bem quanto qualquer jogador que nasceu biologicamente homem”.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!