Protesto contra a marginalização das pessoas trans em Paris

21/10/2012 12:08

 

 

Ontem, dia 20 de outubro de 2012, dia internacional de luta pela despatologização das identidades trans, centenas de pessoas participaram, em Paris, França,  da 16a. Marcha do Existrans, associação em defesa dos direitos trans, para denunciar a marginalização das populações trans e reclamar o direito à mudança do nome no registro civil sem a imposição de nenhuma condição. "A possibilidade de ter documentos em conformidade a sua identidade de gênero é uma questão central no combate para mais dignidade", declarou uma das organizadoras da manifestação, Camile Barré, militante comunista.

@s manifestantes saíram da Praça da Bastilha às 14h20min em direção ao Hotel de Ville, prefeitura de Paris, atrás de uma bandeira proclamando "Documentos, se eu quero, quando eu quero!" O número depessoas transexuais e trangêneros na França é estimado em 60 mil pessoas.

@s participantes reclamam principalmente o direito à mudança do nome no registro civil sem condições, sem a obrigadação de esterilização e de acompanhamento psiquiátrico, a livre escolha de médic@s e a manutenção de reembolso dos percursos de transição na França e no exterior. A luta contra a transfobia através de campanhas de sensibilização e formação de pessoal para trabalhar com pessoas trans fazem parte também de suas reivindicações.

Documentário "Transexuais, um combate de todos os gênero": www.lemonde.fr/societe/visuel/2012/10/15/transsexuels-un-combat-de-tous-les-genres_1775720_3224.html

Fonte: www.lemonde.fr/societe/article/2012/10/20/les-transsexuels-ont-marche-a-paris-sous-la-pluie_1778602_3224.html


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!