Hospitais da Universidade de Coimbra já tem 16 cirurgias programadas para mudança de sexo

11/09/2011 14:27

 

Os Hospitais da Universidade de Coimbra (HUC), em Portugal,  realizam este mês as primeiras cirurgias para mudança de sexo, sendo que 16 já autorizadas pela Ordem dos Médicos, revelou sexta-feira, dia 09 de setembro de 2011, o coordenador da equipe multidisciplinar criada para o efeito.

 

António Reis Marques, diretor do Serviço de Psiquiatria dos HUC e responsável por este programa de cirurgias único no país, disse à agência Lusa que já foram selecionados os primeiros quatro pacientes que pretendem mudar de sexo. “Mas mais 12 pessoas já obtiveram a necessária autorização da Ordem dos Médicos, havendo ainda outros pedidos”, acrescentou.

Por proposta de Reis Marques, os HUC decidiram criar este ano a Unidade de Cirurgia Reconstrutiva Genito-Urinária e Sexual, que integra 15 médicos com diferentes especialidades.

“Vários colegas, da Urologia e da Cirurgia Plástica, estiveram algum tempo num país da Europa para ver como se faz”, designadamente para “saber qual a sequência” das diferentes cirurgias a que pode obrigar uma mudança de sexo, referiu.

Reis Marques, que já presidiu à comissão da Ordem dos Médicos que analisa os pedidos na área da transexualidade, avançou com a proposta para a criação deste serviço nos HUC, na sequência da aposentação de Décio Ferreira, do Hospital de Santa Maria, o único cirurgião que fazia estas operações em Portugal.

A criação da Unidade de Cirurgia Reconstrutiva Genito-Urinária e Sexual foi primeiro aprovada pelo conselho de administração dos HUC, presidido por Fernando Regateiro, e obteve depois o aval do Ministério da Saúde.

“Havia competência nos HUC para isso”, sublinhou António Reis Marques. A unidade reúne três ginecologistas, três urologistas, três cirurgiões plásticos e vários especialistas em Psiquiatria e Endocrinologia. A partir de agora, as cirurgias para mudança de sexo que antes eram feitas em Lisboa, no Hospital de Santa Maria, passam a ser asseguradas em Coimbra, sendo encaminhados pacientes de todo o país para este novo serviço dos HUC.

“É no âmbito da sexologia que estes problemas se colocam”, afirmou o diretor do Serviço de Psiquiatria dos HUC, onde existe há três décadas uma consulta de sexologia iniciada há cerca de 30 anos pelo psiquiatra Allen Gomes. Nos HUC, segundo Reis Marques, da atual lista de pessoas que pretendem mudar de sexo, “há mais mulheres que querem ser homens” do que pacientes do sexo masculino que pedem para ser mulheres.

 

Fonte: www.publico.pt/Sociedade/huc-ja-tem-16-cirurgias-programadas-para-mudanca-de-sexo_1511152

 

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!