Selo Plural, da Editora Multifoco, lança o primeiro livro brasileiro sobre transmasculinidades

11/01/2015 13:03

 

 

 

Esse livro traz os resultados da primeira pesquisa sobre transhomens brasileiros e  trata da emergência de “novas” identidades trans no Brasil contemporâneo, as transmasculinidades, entendidas como masculinidades produzidas por transhomens.

Desde 2010 é possível perceber a crescente visibilidade de transhomens no Brasil, tanto na mídia quanto no movimento de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (LGBT). Por que os transhomens estão mais visíveis nos dias de hoje? Quais condições permitiram a emergência dessas “novas” identidades políticas e sociais no Brasil contemporâneo? O que dizer das masculinidades produzidas por transhomens? Qual é o seu desejo de masculinidade? As transmasculinidades brasileiras podem ser masculinidades alternativas, mesmo estando incluídas em práticas de dominação, subordinação e marginalização. As transmasculinidades, ao produzirem uma masculinidade sem pênis, podem ser tomadas como um desestabilizador de masculinidades hegêmonicas, rejeitando a arbitrariedade do sexo e do gênero e questionando a certeza de sermos homens ou mulheres.

 

Simone Ávila é Doutora em Ciências Humanas pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e pesquisadora vinculada ao Núcleo de Identidades de Gênero e Subjetividades (NIGS/UFSC).

 

Data: 15/01/15

Local: Baden Café

Endereço: Av. Jerônimo de Ornelas, 431 – Bairro: Santana – Porto Alegre – RS.

Horário: 19h.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!