Dia Internacional de Memória Trans marcado por transfobia na Ucrânia

22/11/2010 11:37

 

 

Em Kiev, na Ucrânia, em 20 Novembro último, no Transgender Day of Remembrance - Dia Internacional de Memória Trans - dia de homenagem a quem foi mort@ devido à transfobia, desconhecidos atacaram a reunião pacífica organizada pela ONG "Insight" e Visual Culture Center - "Response to violence against transgender people" (Resposta à violência contra pessoas transexuais e transgênero).

A organização tinha planejado uma projeção do filme "Boys Don't Cry", (Meninos não choram) seguido de debate e de uma pequena vigília com velas.

Cerca de dez homens mascarados invadiram o Visual Culture Center enquanto o filme estava  sendo exibido. Obviamente, os atacantes tinham planjeado invadir a sala, onde se encontravam mais de trinta espectadores, e atacá-los com gás lacrimogêneo. No entanto, devido à rápida reação dos organizadores e ativistas, os atacantes foram detidos na entrada e mantidos fora da sala.
 

 

Um dos organizadores e coordenador da parte transgénero da ONG "Insight", Timur Lysenko, que foi o primeiro a confrontar os bandidos bloqueando-lhes o acesso à sala, foi espancado. Ele e a sua colega Anastasia Medco da ONG "Fulcrum", que também resistiu, foram fortemente envenenados pelo gás lacrimogéneo. Os agressores, entretanto, fugiram do local.

Timur foi diagnosticado com lesões internas e queimaduras químicas faciais. Todos os espectadores presentes na sala durante o ataque sofreram efeitos do gás lacrimogéneo.

 

Quando a polícia chegou classificou o ataque como "vandalismo". No entanto, a tática dos atacantes indica claramente pré-planejamento e intenção: os atacantes usavam máscaras, tinham armas, as suas ações foram coerentes e deliberadas, e fugiram do local todos ao mesmo tempo.

 

O evento dedicado ao Transgender Day of Remembrance foi anunciado antecipadamente, o que permitia planejar e organizar o ataque. A ação foi feita claramente por transfobia. Este tipo de ações devem ser classificadas no item 3 do artigo 161 do Código Penal da Ucrânia: "Deliberar atos destinados a agitar [...] ódio, [...], bem como a restrição directa ou indirecta de direitos [...] Com base na raça, cor da pele, convicções políticas, religiosas e outras, gênero, etnia ou origem social, condição de propriedade, local de residência, língua ou qualquer outra característica".

Até ao momento várias queixas foram apresentados à polícia pelos participantes lesad@s no evento. Os organizadores insistem que as autoridades reconheçam o ataque como crime de ódio.

 

Fonte: portugalgay.pt/news/Y221110A/ucrania:_tdor_marcado_por_transfobia


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!