Brasil ganha Conselho Nacional para defender direitos do público LGBT

11/12/2010 09:48

 

O Conselho Nacional de Combate à Discriminação (CNCD), que terá o "nome social" de Conselho Nacional LGBT, tem como principal objetivo formular e propor diretrizes para o combate à discriminação e para a promoção e defesa dos direitos de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais. Será composto por 15 ministérios e 15 organizações da sociedade civil.

“O governo está demonstrando sensibilidade política com a comunidade LGBT, que tem sofrido muitos ataques, conforme noticiado pela mídia”, disse o presidente da Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT), Toni Reis. Segundo Toni, a criação do Conselho é uma reivindicação que teve início durante a 1ª Conferência Nacional LGBT, realizada em junho de 2008.

“Esperamos que a Ministra indicada pela presidente Dilma Rousseff, Maria do Rosário, dê continuidade às políticas iniciadas no governo Lula e que possamos num futuro próximo diminuir o estigma, o preconceito, a discriminação e a violência contra as pessoas LGBT”, afirmou.

 

  Maria do Rosário, futura Ministra de Direitos Humanos

O presidente da ABGLT declarou ainda que a comunidade está reivindicando a realização da 2ª Conferência Nacional LGBT, com as respectivas conferências municipais e estaduais, para avaliar e monitorar as ações executadas para a construção da cidadania desse público.

 

Leia o decreto na íntegra, clicando aqui: www.in.gov.br/visualiza/index.jsp?data=10/12/2010&jornal=1&pagina=2&totalArquivos=168

Fonte: www.agenciaaids.com.br/noticias-resultado.asp?Codigo=16259

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!