Assembléia Geral da ONU reverte veto e inclui LGBTs em resolução sobre execuções extrajudiciais

23/12/2010 12:43

  

 

A inclusão da expressão "orientação sexual" em uma resolução da ONU sobre execuções extra-judiciais foi aprovada nesta terça feira, dia 21 de dezembro de 2010, pelo Conselho Geral das Nações Unidas, depois que no mês passado o terceiro comitê excluiu o termo. O documento será o primeiro documento oficial das Nações Unidas a combater o preconceito por orientação sexual.

 

No mês passado, por iniciativa do Marrocos e Mali, o termo orientação sexual foi retirado do documento que cobra vigor em investigações de assassinatos pelos países membros. A retirada venceu por 79 a 70 votos. Já a inclusão do termo recebeu 122 votos a favor, 59 abstenções e nenhum voto contrário.


“Estamos muito felizes com o resultado desta votação” afirmou Gloria Careaga e Renato Sabbadini, da Associação Internacional de Gays e Lésbicas, ILGA. “A votação restaura a linguagem original e inclusive da resolução sobre execuções extra-judiciais e faz saber que de fato muitas pessoas são mortas pelo mundo todos os anos em razão de suas orientações sexuais”, afirmou Gloria que lembrou ainda que ficaram de fora as questões de identidade de gênero e expressão e que no futuro devem ser incluídas à resolução.

 

Fonte: www.revistaladoa.com.br/website/artigo.asp?cod=1592&idi=1&moe=84&id=17244


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!